fbpx
skip to Main Content

Qual a diferença entre tricologia e terapia capilar?

mulher recebendo terapia capilar com produtos Pure4U

Ao longo dos anos, quem dirá dos séculos, o cabelo deixou de ter como única função de proteção, se transformando dessa maneira, como símbolo de status, beleza, poder e força.

Qualquer ameaça de perda ou danos aos cabelos gera na maioria das pessoas preocupação e abalo na autoestima, justamente por se tratar de um componente fundamental de identidade pessoal e símbolo de beleza. Por isso, cada vez mais a saúde e a estética se voltam para uma ciência ainda pouco conhecida pela maioria das pessoas, terapia capilar.

Toda e qualquer pessoa, independentemente da idade e sexo se preocupa com o cabelo, já que eles são considerados como o “cartão de visita” de alguém. E atualmente são inúmeros os agentes que agridem os fios diariamente, como exposição solar, poluição, procedimentos químicos (alteração de textura, colorações e descolorações), excesso de umidade, processos mecânicos (secador, chapinha, babyliss) e dentre outros vilões da saúde capilar.

Por este motivo, é de grande importância colocar em pratica alguns cuidados especializados para reparar os danos causados no dia a dia.

A Tricologia

Tricologia, palavra que vem da junção do grego thricos (cabelos) + logos (estudo), é o ramo da ciência que teve início em 1902, com o propósito de estudar cabelos, pelos e os problemas relacionados a eles.

A tricologia é responsável pelo diagnóstico e tratamento das disfunções estéticas e patológicas relacionados aos cabelos, couro cabeludo e pelos. Existem cerca de 2.500 causas que podem levar a determinadas afecções e desencadear a perda de fios. Para cada uma delas existe um tratamento específico.

Os dermatologistas são os médicos responsáveis pelo estudo das doenças que acometem a pele e o couro cabeludo. Aqueles que se interessam mais profundamente pelas doenças do couro cabeludo, podem se especializar nesta área e recebem também o título de tricologistas. Assim, o recomendável é que, se você está sofrendo com a queda de cabelos, deve procurar um médico especialista no diagnóstico das doenças que afetam o couro cabeludo para que receba o correto diagnóstico e tratamento para cada caso. O médico dermatologista especialista nas afecções do couro cabeludo, fios de cabelo e barba é o mais recomendado.

 

A Terapia Capilar

A terapia capilar é um tratamento cosmético desenvolvido com a finalidade de manter a saúde tanto do cabelo quanto do couro cabeludo, e tem como objetivo controlar o pH do couro cabeludo, prevenção e tratamento da queda, controle da oleosidade e seborreia.

A terapia capilar deve ser recomendada por um dermatologista especializado em cabelos.

Benefícios da Terapia Capilar

  • É um tratamento associado ao resgate da autoestima
  • Melhora a oxigenação e circulação sanguínea do couro cabeludo
  • Alopecia
  • Reduz a oleosidade e a queda capilar e descamação
  • Melhora e trata a caspa (dermatite seborreica)
  • Trata a coceira e a sensibilidade do couro cabeludo
  • Queda de cabelo

São muitas as vantagens da terapia capilar para a saúde dos fios e do couro cabeludo, devendo ser indicada principalmente nos casos de estresse acentuado, que pode desencadear patologias tanto do couro cabeludo como da haste capilar.

Soluções Recomendadas pelo Terapeuta Capilar

Os métodos prescritos e aplicados pelo terapeuta capilar, incluem:

Detox capilar: O Detox é uma limpeza profunda que higieniza, esfolia e pode até regenerar o couro cabeludo. Esse procedimento costuma ser o primeiro passo para os demais tratamentos e pode ser feito em todos os tipos de cabelos, muito utilizado em casos de descamação e excesso de oleosidade.

Massagem capilar: Esse método é um tratamento auxiliar, pois além de aliviar o estresse um fator importante para a queda dos cabelos ativa a circulação sanguínea do couro cabeludo, melhorando o transporte de nutrientes até os fios.

Peeling capilar: É um tratamento esfoliante em que é usado shampoos com microesferas. Neste caso, o shampoo é friccionado no couro cabeludo, associado a uma massagem, para remover qualquer tipo de impureza ou célula morta. O que faz com que o local fique mais limpo e a circulação mais ativa, promovendo mais saúde no crescimento dos cabelos.

Argiloterapia: tratamento que tem como base o uso de argilas, as quais são rochas sedimentares compostas por diferentes minerais, tendo ação anti-inflamatória, analgésica, refrescante, descongestionante, cicatrizante, antibiótica, desintoxicante, antisséptica, fortalecedora e emoliente. As argilas mais indicadas para o tratamento capilar são as verdes e as brancas, sendo esta primeira a mais completa entre as argilas terrosas por conter maior diversidade de elementos.

Aromaterapia: Os óleos essenciais têm princípios ativos que podem resultar no bem-estar, relaxamento e na prevenção de inúmeras doenças. Tais princípios atuam sobre o sistema linfático, digestivo, imunológico, cardiovascular, respiratório, geniturinário, além, é claro, da pele com efeitos estéticos.

Alta frequência: Essa técnica muito utilizada produz um campo eletromagnético, o gás tem propriedade ionizante quando em determinada energia gera a formação do gás ozônio. Trazendo benefícios como ativar a circulação sanguínea, fortalece o folículo piloso, reconstrói a cutícula capilar, auxilia nos danos provocados pela química nos cabelos, caspa intensa e alopecia por excesso de oleosidade. Como cicatrizante, a alta frequência capilar também cauteriza possíveis feridas no couro cabeludo.

Laserterapia: O laser de baixa frequência ou o laser frio atuam com a fotobioestimulação, sendo o mais utilizado para fim capilar é o laser de diodo. A luz penetra no local a ser tratado, atinge as células e estimula o seu metabolismo. São recomendadas pelo menos 3 sessões por semana em um período de 3 a 6 meses para que os efeitos sejam observados.

Eletroterapia: Na estética capilar, apresenta efeitos para com a higienização, nutrição, umectação e estimulação do couro cabeludo. O vapor de ozônio é indicado para seborreia, tendo ação bactericida e antisséptica. Ainda, melhora a oxigenação celular, hidratação e emoliência da cama córnea do couro cabeludo.

 

Além de realizar o diagnóstico e prescrever o tratamento, o dermatologista irá orientar o paciente sobre as necessárias mudanças de hábitos para obter melhores resultados, que dentre elas incluem: boa noite de sono, realização de atividade física (evitar o sedentarismo), alimentação balanceada e equilibrada, substituição de determinados cosméticos (xampus, cremes, máscaras, etc.).

Saiba mais sobre nossos tratamentos

A Clínica Dra Lívia Maria Camargo integra os conceitos de saúde, beleza e bem estar, aliando alta tecnologia e modernas técnicas a um ambiente elegante, seguro e acolhedor.

Localizada na Praia do Flamengo, além de uma bela vista para o mar, a clínica possui uma equipe treinada e qualificada para oferecer um atendimento diferenciado.

Conheça nossos tratamentos e agende uma consulta!

Back To Top
Abrir chat
Olá! Precisa de ajuda?