fbpx
skip to Main Content

É uma técnica que a Dra Lívia realiza através da utilização de um dispositivo automatizado com microagulhas estéreis que desliza mecanicamente sobre a pele em várias direções para fazer pequenas perfurações na superfície da pele, desencadeando reações inflamatórias que levam a produção de fatores de crescimento, indução da produção de colágeno, renovação celular e clareamento da pele. As indicações dermatológicas são:

1. Rejuvenescimento com atenuação de rugas finas

2. Melhora da textura e luminosidade da pele

3. Cicatrizes de acne e poros dilatados

4. Melasma

5. Estrias

Cicatriz de Acne | Poros Dilatados

Em quase sua totalidade, as cicatrizes são marcas desagradáveis decorrentes de um trauma que afetou nosso órgão mais externo, a pele. O microagulhamento atua estimulando a produção de um novo colágeno. Além disso, remove a camada mais superficial da pele sendo esta substituída por novas células. O peeling químico age descamando a camada superficial onde se encontram células mortas, promovendo a renovação da mesma.

Preenchimentos também podem ser utilizados de modo a diminuir o desnível da superfície onde a cicatriz está localizada. Neste tratamento, podem ser usados preenchedores com ácido hialurônico e os biosestimuladores de colágeno, como Sculptra e Radiesse.

Estrias

As estrias são cicatrizes que surgem após a pele ser esticada, rompendo fibras elásticas e colágenas responsáveis pela elasticidade e sustentação da pele. Ocorre por dois motivos principais: ganho de peso e crescimento durante a adolescência. No entanto, pessoas que passam por efeito sanfona, excesso de exercícios, gravidez e cirurgia para implantação de próteses mamárias, por exemplo, também têm tendência ao aparecimento das estrias. Mas é possível evitar que elas apareçam. Uma dica é manter uma dieta equilibrada e investir em cremes hidratantes específicos para fortalecer as fibras de colágeno, promovendo uma maior elasticidade para que nao ocorra o rompimento dessas fibras de colágeno. As estrias vermelhas são as mais recentes e mais fáceis de tratar, pois a coloração indica que ainda há circulação sanguínea na região. Já as brancas são mais difíceis, pois existem há mais tempo.

O microagulhamento é um método com muitas evidências científicas na melhora das estrias e muito realizado mundo afora. Por meio dele, é possível notar uma redução importante tanto na largura quanto no esbranquiçado das estrias, tornando-a menos evidente e mais próxima à cor da pele, com menor flacidez e enrugamento na superfície, devido ao estímulo de colágeno que ele faz na região.

Pescoço

Uma das regiões que permanecem por mais tempo expostas, além da face e mãos, compreende o pescoço e o colo. Com o tempo, seus tecidos tendem a ficarem mais flácidos, bem como, apresentarem rugas e manchas. Algumas técnicas, também utilizadas nos tratamentos de rejuvenescimento facial, são utilizadas de modo a amenizar esses impactos naturais.

Barba

Estudos mostram que o processo de Microagulhamento na barba faz a barba crescer mais rápido do que o normal. Também foi apontado que os fios ficam mais grossos e fortes. Assim a aparência da barba também muda, ficando com uma barba mais cheia e fortalecida.

Capilar

A técnica de microagulhamento capilar consiste na utilização de diversas agulhas muito pequenas, que penetram no couro cabeludo.

Ele é indicado para proporcionar a multiplicação dos fios em pacientes que enfrentam problemas de queda de cabelo, dentre eles:

  • Calvície ou rarefação capilar
  • Alopecia androgenética
  • Alopecia areata
  • Alopecias cicatriciais
  • Eflúvio telogeno

Após assepsia e higienização é aplicada uma anestesia em spray ou pomada e iniciado o procedimento após 25 minutos.

As microagulhas penetrarão no couro cabeludo para fazer pequenas perfurações no local, melhorando a circulação sanguínea por meio do estímulo da reação inflamatória local e permitindo a penetracao de ativos nutricionais/medicamentos na derme e subcutâneo com o intuito de atingir a base do folículo piloso o que ajudará no crescimento dos cabelos

Associando o microagulhamento capilar a tratamentos tópicos em casa, como por exemplo a aplicação diária de minoxidil é possível obter excelentes resultados.

A técnica de microagulhamento também pode ser realizada na barba, sobrancelhas.

Peeling

A Dra Lívia adora associar microagulhamento com peelings químicos, para otimizar o resultado dos tratamentos. Consiste em aplicar uma substância ácida na pele que promoverá a sua descamação.

O procedimento que deve ser feito por um médico especializado, consiste em aplicar uma substância ácida na pele que promoverá a sua descamação.
Essas substâncias ácidas agem desde a camada mais superficial da pele – a epiderme – até camadas mais profundas como a derme papilar, destruindo células “velhas” e com isso forçando o organismo a repor novas camadas celulares.

A profundidade de ação depende do tipo de peeling, seu tempo de exposição na pele, da concentração de suas substâncias e outros fatores químicos e físicos.

O peeling é um excelente rejuvenescedor. Ele renova as células dando brilho e viço à pele; elimina desde rugas fininhas até rugas mais profundas. Ajuda no tratamento das manchas epidérmicas (de origem superficial) e manchas dérmicas (de origem mais profunda). Usado também no tratamento da acne leve, atenuação das cicatrizes de acne e no tratamento de estrias.

mulher deitada recebendo peeling quimico no rosto
Back To Top
Abrir chat
Olá! Precisa de ajuda?