fbpx
skip to Main Content

Mitos e Verdades Sobre Tratamentos Capilares

Mitos e Verdades Sobre Tratamentos Capilares

Atualmente, a internet é uma grande ferramenta de propagação de conteúdo, sendo consultada para pesquisas e obtenção de informações. Porém, devemos olhar com cautela e parcimônia tudo que nos é apresentado por ela, principalmente quando o assunto é tratamentos capilares.

Muitos pacientes chegam aos consultórios de dermatologia munidos de muitas informações que, na maioria das vezes, são equivocadas e não correspondem à realidade científica dos fatos. Essa tem sido a origem dos muitos mitos sobre tratamentos capilares.

Por isso, vamos abordar algumas das principais dúvidas, decifrando os mitos e verdades dos tratamentos capilares.

Suplementos alimentares que prometem o crescimento de 4 cm do cabelo por mês

Mito. Essa é uma questão interessante, pois basta abrir as redes sociais e várias celebridades estarão ostentando seus lindos cabelos compridos e direcionando o resultado a algum suplemento. Porém, o que a ciência nos mostra é que no geral, a taxa média de crescimento dos fios é de cerca de 1,0 cm/mês, podendo haver uma variação leve de pessoa para pessoa e entre as etnias.

Indivíduos de afro descendência mostram um crescimento mais lento e os asiáticos mostram um crescimento um pouco mais rápido, mas nada milagroso como nas propagandas. Trata-se de algo fisiológico, já programado geneticamente, assim como o comprimento dos fios. Sendo assim, não sofrerá grandes alterações.

Lavar o cabelo todos os dias piora a queda capilar?

Mito. A frequência de higienização dos fios deve ser realizada de acordo com a produção de sebo e suor de cada indivíduo e com produtos cosméticos adequados à necessidade dele. Algumas pessoas produzem uma quantidade maior de sebo, ou praticam atividades físicas diárias em que há maior nível de transpiração no couro cabeludo e por isso têm indicação para higienizar os cabelos todos os dias.

Um couro cabeludo sujo pode agravar uma patologia já pré-existente, como agravar um quadro inflamatório. A sensação da queda ao lavar os fios geralmente se dá ao fato de que os fios já desprenderam por outros motivos – patológicos ou naturais –, porém, no banho você promoverá um arraste maior e terá a impressão que eles caíram naquele momento, quando na verdade, a queda aconteceu durante todo o dia.

O estresse pode causar queda de cabelo

Verdade. Assim como citamos no primeiro item, está comprovado cientificamente, por diversos estudos, que o estresse tem a capacidade de alterar a química do corpo e consequentemente provocar um quadro de queda capilar.

Além disso, recentemente um estudo comprovou que o estresse intenso também pode ocasionar o aparecimento dos cabelos brancos, pois tem a capacidade de interromper permanentemente a produção do pigmento que colore os fios.

Colocar anticoncepcional no xampu faz o cabelo crescer mais rápido

Mito. Sabemos que os hormônios têm uma relação direta com o ciclo de crescimento capilar, porém, de maneira interna, sistêmica. Ao colocar o anticoncepcional no xampu, você não conseguirá obter essa absorção sistêmica adequadamente e ainda estará desestabilizando toda a formulação cosmética do seu produto.

Medicamentos para administração oral não devem ser usados topicamente – além de que toda medicação deve ser prescrita por um médico. A dica é: opte por formulações específicas para terapia capilar, com bons ativos e nada de adulterar seu produto, misturando outras coisas prontas com ele. Sem adulteração, você estará preservando a química cosmética pensada para te trazer bons resultados.

Cortar as pontinhas faz o cabelo crescer mais forte e mais rápido.

Mito. Como já vimos, a velocidade de crescimento é determinada fisiologicamente. Além disso, o crescimento e fortalecimento dos fios está relacionado à papila dérmica do folículo, onde há células ainda em atividade se multiplicando. Visto isso, o corte das pontas, que já não têm mais atividade celular, não irá interferir nesse crescimento. O corte das pontas pode deixar o cabelo mais saudável, pois quando eliminamos as chamadas tricoses – patologias de fibra – como as pontas duplas, ou nós, temos um cabelo muitas vezes com aspecto mais saudável.

Alopecia Androgenética não tem cura, mas tem tratamento

Verdade. Não temos a capacidade de curar a alopecia androgenética, mas o tratamento correto poderá interromper o avanço da patologia, melhorar a densidade dos fios e reativar folículos em fase quenógena – quando o folículo não está mais produzindo um fio, porém ainda apresenta atividade folicular.

Usar chapéus ou bonés por muito tempo causa queda capilar

Mito. Apesar de há tempos serem apresentados como possíveis causadores da calvície, essa é mais uma “lenda urbana” sobre o real desenvolvimento da queda genética. Um estudo publicado em 2017, evidencia que o uso de bonés por pacientes com alopecia androgenética não tem qualquer relação com o aparecimento deste quadro e perceberam também neste estudo que os pacientes com quadro mais avançado eram os que tinham, na verdade, pior qualidade de vida.

Vale ressaltar que o uso constante do chapéu pode, sim, agravar quadros de dermatite, caspa ou seborreia preexistentes que, por consequência do aumento do calor, podem se tornar fatores agravantes para a calvície, mas não são os seus causadores.

Óleo de coco faz bem para os fios

Depende. Essa é uma palavra que utilizamos muito na terapia capilar. Depende de qual óleo estamos falando: o óleo alimentício, que encontramos no mercado e farmácias, ou o óleo dentro de um cosmético capilar? Isso faz toda a diferença! O óleo de coco para fins gastronômicos não tem regulamentação para ser usado como cosmético, o que indica que não é seguro utilizar com essa finalidade, pois ele não foi testado para isso.

Agora, o óleo de coco em uma linha cosmética está registrado como cosmético e foi testado e aprovado para lhe proporcionar a melhor experiência que esse óleo pode entregar para os seus fios e saúde capilar.

Camomila clareia os cabelos

Verdade. Porém não pense que será possível realizar grandes efeitos de clareamento com a camomila e nem compare com o clareamento obtido por uma descoloração. Os resultados de clareamento que ela proporciona são sutis, porém possíveis. As flores da camomila possuem em sua composição o corante amarelo apigenina. Cosméticos com extrato de camomila podem apresentar cor amarelada devido a este pigmento.

É importante salientar que após várias aplicações, ele tende a acumular-se nos fios e, consequentemente, promove a aparência de tom sobre tom. Este efeito é mais comumente visto em cabelos mais claros. A camomila também apresenta efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes, benéficos para o couro cabeludo. Pode ser encontrada na linha Flowers, da linha Flores & Vegetais.

Há muitos mitos na internet que não podemos tomar como verdades sobre tratamentos capilares, por isso a importância de sempre verificar a citação científica das fontes e comprovações de tais informações. Assim, conseguiremos melhores resultados e alinhamento às expectativas dos nossos clientes e pacientes.

Saiba mais sobre nossos tratamentos

A Clínica Dra Lívia Maria Camargo integra os conceitos de saúde, beleza e bem estar, aliando alta tecnologia e modernas técnicas a um ambiente elegante, seguro e acolhedor.

Localizada na Praia do Flamengo, além de uma bela vista para o mar, a clínica possui uma equipe treinada e qualificada para oferecer um atendimento diferenciado.

Conheça nossos tratamentos e agende uma consulta!

Back To Top
Falar com consultora
Olá! Precisa de ajuda?