fbpx
skip to Main Content

Cremes Anti-idade

Cremes anti-idade funcionam? Essa é uma pergunta muito comum no consultório.

Eles prometem milagres, como acabar com as rugas, flacidez, hidratar e clarear a pele. Com tantos benefícios, eles parecem um verdadeiro elixir da juventude. Mas, será que funcionam realmente? Vale a pena investir nesse tipo de produto?

Os cremes anti-idade auxiliam sim na prevenção de envelhecimento, na melhora da textura da pele, no clareamento de manchas e na hidratação. Entretanto, não são milagrosos!

O ideal é quando os primeiros sinais de flacidez ou rugas começam a ser notados, iniciar a realização de procedimentos estéticos combinados com o uso de cosméticos. É essa combinação entre cosméticos e procedimentos, de forma individualizada, que é realmente capaz de retardar e amenizar os sinais do envelhecimento!

Sobre cremes anti-idade

Os cremes anti-idade têm o objetivo de retardar o envelhecimento da pele, e um dos principais motivos de pessoas criticarem o produto é porque o utilizam quando já possuem fortes marcas de expressão, afinal, não terá muito efeito retardar o envelhecimento da pele já envelhecida.

Considere o uso desse tipo de creme como um método preventivo para as marcas do envelhecimento, iniciando seu uso ainda na juventude, mas falaremos disso mais adiante.

Diferença de creme anti-idade e creme antirrugas

Outro motivo de pessoas criticarem a eficácia dos cremes anti-idade é que muitas vezes eles são confundidos com os cremes antirrugas. Embora o segundo seja subjacente do primeiro, eles ainda são diferentes.

Enquanto o creme antirrugas trata um sintoma mais específico do envelhecimento, o creme anti-idade age de uma forma mais abrangente, ajudando a harmonizar o contorno facial, suavizar as manchas da pele, oferecendo nutrição e firmeza, diminuindo as linhas de expressão e é claro, reduzindo as rugas.

O ideal é mesclar o uso do creme anti-idade com o antirrugas para obter um melhor resultado.

Como potencializar os resultados

A melhor maneira de combater o envelhecimento da pele é agindo na prevenção, assim você obtém resultados melhores, sem aquela aparência ‘artificial’. Sendo assim, existem outras maneiras de se prevenir junto com a utilização dos cremes anti-idade:

  • Aliando cremes a procedimentos dermatológicos: A maneira mais eficaz e que pode trazer resultados concretos e duradouros é combinar os cremes anti-idade a procedimentos dermatológicos. Para isso, clique aqui e agende uma consulta com a Dra Lívia Camargo.
  • Cuidado com a maquiagem: A maquiagem está constantemente em contato com nossa pele, e árduos anos nessa relação podem resultar em problemas. Por isso é importante utilizar maquiagens de qualidade, produtos baratos e agressivos fazem muito mal.
  • Invista no descanso da pele: A hora mais importante para a saúde do nosso corpo é o momento de descanso, e não é diferente com a pele. Durante o sono é que acontece todo o processo de restauração de danos, sendo assim é importante dormir bem e aproveitar esse tempo para estimular o órgão com cosméticos próprios para a noite.
  • Abuse do protetor solar: Essa talvez seja uma das maneiras mais eficazes de combater o envelhecimento precoce. O sol em demasia é bastante prejudicial e a exposição aos raios UV é a principal causa do desgaste da pele. Sendo assim, a importância do protetor solar é destacada, principalmente para pessoas que possuem a pele mais clara.

Quando usar o creme anti-idade?

Como já dissemos, os cremes que combatem a os traços de envelhecimento são uma medida preventiva, sendo assim, o momento ideal de começar a utilizá-los é a partir dos 30 anos. Embora fisicamente os traços do envelhecimento praticamente não apareçam, internamente seu corpo já está passando por mudanças que aos poucos tiram o colágeno e a elasticidade da pele.

Como escolher um creme anti-idade?

Você já aprendeu algumas coisas importantes sobre os cremes anti-idade, e agora entenderá melhor como escolher um produto de maneira correta. Leve as seguintes coisas em consideração:

  • Seu tipo de pele: Existem diversos tipos de pele e para conseguir resultados expressivos é preciso utilizar o produto certo para o seu. Não é eficaz utilizar um creme focado em pele seca se a sua é oleosa, por exemplo. Por isso agende uma consulta dermatológica para definir com certeza qual seu tipo de pele e qual produto escolher.
  • Composição: Outro ponto importante é observar a composição do produto. Ele deve ter substâncias como elastina (combate às rugas), colágeno (reestruturação e firmeza), betaglucanos (reparação) e dimetilaminoetanol (firmeza).
  • Qualidade: Usar um produto de qualidade também é essencial. Observe bem a importância e confiança que a marca possui, além da opinião de profissionais e de pessoas que já utilizaram o produto.

Antes de utilizar algum creme, é importante fazer uma avaliação dermatológica, afinal, pode não ser o adequado para sua pele e suas necessidades.

A Clínica Dra. Lívia Maria Camargo integra os conceitos de saúde, beleza e bem estar, aliando alta tecnologia e modernas técnicas a um ambiente elegante, seguro e acolhedor. A clínica possui uma equipe treinada e qualificada para oferecer um atendimento diferenciado. Conheça nossos tratamentos e agende uma consulta!

Conhece alguém que gasta rios de dinheiro com cremes milagrosos? Então compartilhe esse artigo nas suas redes sociais e marque ela nos comentários.

Back To Top
Abrir chat
Olá! Precisa de ajuda?